Tutoriais

Tutorial Photoshop: como criar reflexo na água em paisagens

Anúncios Google

Já publicamos tutoriais de como conseguir efeitos de reflexo na água, tipo esse, mas dessa vez vamos com uma abordagem diferente, usando o filtro Mesclagem com mapa de deslocamento. Com ele, faremos a sobreposição de um arquivo no próprio formato do Photoshop (.psd) contendo as informações da distorção sobre nossa paisagem, e eles terão os pixels mesclados nos pontos brilhantes. Vamos criar também o arquivo da distorção com as ondulações da água, feito basicamente com uma camada de ruído e entalhe em certos canais para obter o relevo.

O efeito dá ótimo resultado em paisagens, cenários com grandes linhas do horizonte e superfícies reflexivas como um lago de águas calmas. Você pode tentar ajustes diferentes de ondulação dependendo das dimensões da imagem escolhida, obtendo mais ou menos movimento, mas o ideal é mesmo empregar esse método em grandes áreas de águas calmas, fica mais natural – faça testes e confira você mesmo.

Veja o antes e depois:

paisagem SEM água

paisagem com água

Comece baixando a imagem usada no tutorial (gratuita no SXC), ou escolha outra. Procure uma onde seria possível aplicar o lago de forma natural.

Criando o mapa

Vamos iniciar com o mapa de distorção. Crie um novo arquivo do Photoshop, com 1000 x 2000 px (1000 de largura por 2000 de altura), RGB, pode ser fundo branco.

novo documento do Photoshop

Com as cores de primeiro plano e fundo sendo o padrão (preto e branco, clique D para se certificar desse ajuste), siga ao menu Filtro > Ruído > Adicionar Ruído. Escolha Intensidade máxima (400), distribuição gaussiana e monocromático.

ajustes do ruído

Aplique agora um filtro Desfoque Gaussiano, com Raio de 2px (menu Filtro > Desfoque > Desfoque Gaussiano).

Prossiga com a parte mais importante: a criação do relevo. Abra a guia de Canais (fica junto a guia de Camadas), selecione o canal Vermelho e siga ao menu Filtro > Estilização > Entalhe. Use os ajustes: ângulo 180º, Altura 1 e Intensidade 500.

primeiro entalhe

Selecione agora o canal verde e repita o processo, mas com o Ângulo de 90º. Clique no canal RGB para ativar a visibilidade de todos e volte à guia de Camadas.

Dê um duplo clique na camada de fundo para liberá-la para edição transformando-a em camada simples. Siga ao menu Editar > Transformação > Perspectiva, e aumente a base do retângulo em cerca de 600%. Afaste bem o zoom para ver o que está fazendo (menos zoom = Ctrl e -)

perspectiva

Use o atalho Ctrl + A para selecionar todo o papel, então repita o processo com outra transformação de uns 300%. Complete alterando o tamanho da imagem (Ctrl + Alt + I) para 1000 x 1000 pixels, o que vai achatar o mapa.

alterando as dimensões da imagem

mapa de distorção pronto
Aparência do mapa pronto, com um bom efeito de perspectiva

Se observar paisagens similares, vai notar que o movimento da água fica menos visível quanto mais distante o horizonte. Para replicar isso, volte aos canais da imagem. Selecione o canal vermelho e pressione Q para obter uma máscara de camada.

Então com a ferramenta degradê (de preto para transparente), crie um sobre a máscara partindo de baixo – a região “mais distante” fica fora da máscara.

com máscara ativa e depois do degrade
Máscara ativa e depois de pronta

Clique então Q para obter a seleção, e depois use Shift + F5 para abrir a janela de diálogo de preenchimento. Escolha 50% cinza e confirme. Vai ficar preenchido de cinza na porção superior do canal – o cinza 50% funcionará como uma máscara quando o mapa for aplicado na imagem, ou seja, naquele pedaço cinza não vai aparecer ondulação.

preenchimento com 50% cinza

Faça o mesmo com o canal verde, mas agora limite a seleção à parte bem próxima do horizonte, uma linha bem mais estreita. Preencha também com 50% cinza.

máscara do canal verde

Enfim clique no canal RGB, volte às camadas. Salve o arquivo no formato do Photoshop (.psd).

Aplicação

Agora vamos aplicar o mapa na nossa imagem. Abra a paisagem no Photoshop. É melhor que ela não seja muito grande (até 1500 pixels de largura deve funcionar melhor, se preciso reduza as dimensões ou corte). Defina onde será a linha do horizonte e arraste uma linha guia para lá (clique sobre a Régua superior e arraste para baixo).

Dica: se a régua não estiver visível, clique Ctrl + R.

Linha guia

Crie uma seleção (M) em toda a parte acima da linha guia. Duplique essa parte da imagem (Ctrl + J) e aplique a transformação em Editar > Transformação > Virar Verticalmente.

Virar verticalmente

Arraste essa cópia pra baixo, encaixando-a exatamente na borda da parte de cima, usando a linha guia pra isso. Assim, o céu vai ficar perfeitamente junto ao solo onde teremos nosso lago. Aumente o tamanho do papel com a ferramenta Cortar (clique C e aumente o papel para baixo), assim terá a nova paisagem pronta para receber o efeito.

Paisagem após o crop

Achei que a imagem ficou muito alta, então usei mais um Corte para reduzir as partes de cima e de baixo (segure Alt enquanto arrasta a área de Corte).

imagem após corte

Agora sim, tudo pronto. Vamos começar criando uma nova camada vazia logo abaixo da superior, ou seja, entre as partes do “céu” e da “água”. Clique enquanto segura Ctrl sobre a miniatura da camada da água para criar uma seleção com seu formato, e na camada vazia, preencha com um tom de azul parecido com o mais escuro do céu – pegue a cor com o Conta-gotas (clique na cor de primeiro plano e então capture a cor clicando na parte mais alta do céu).

Pode escurecer um pouco a cor mais tarde, se preferir, mas não acho que fica tão bom se o tom for muito diferente do céu, fica a seu critério.

Camada intermediária com azul

Ué, mas não apareceu nada!“, sim, pois ela está abaixo da “água”, e só queremos essa cor aparecendo na parte mais próxima do primeiro plano. Crie uma máscara de camada sobre a camada da água (aquela que foi duplicada e virada), então use o degradê com preto próximo à base da imagem. Exclua a seleção (Ctrl + D) antes de criar a máscara.

Degradê na água

Clique sobre a miniatura da camada da água (não a azul, mas aquela imagem virada) e então no botão “Bloquear pixels transparentes”, é o primeiro logo ali perto do rótulo “Bloq.”, na paleta de Camadas.

Agora aplique um Desfoque de Movimento (no menu de Filtros > Desfoque) sobre a camada da água. Use Ângulo de 90º, e distância em torno de 20.

Desfoque de movimento

Enfim a aplicação do mapa. Clique de novo no botão “Bloquear pixels transparentes” para desbloqueá-los, crie uma seleção em volta do conteúdo da camada da água (Ctrl + clique sobre a miniatura) e siga ao menu Filtro > Distorção > Mesclagem. Ajuste a Escala Horizontal em cerca do dobro da Escala Vertical. Quanto mais altos os valores, mais forte fica o efeito de ondulação.

Quando confirmar os valores, será aberta a janela pedindo o arquivo, então navegue até o local em que salvou o mapa criado antes e carregue-o.

Ajuste da mesclagem

Veja o efeito com 500 horizontal x 250 vertical, ficou um pouco forte demais (repare que a máscara também recebe o efeito, por estarem ligadas):

Efeito da mesclagem em 500 x 250

O mesmo efeito mas com 100 horizontal e 50 vertical, bem melhor:

Efeito da mesclagem em 100 x 50

Veja de novo em tamanho completo (com um ajuste de Curvas – clique para ver maior e com um pouco mais de distorção em uma nova guia):

Resultado final do tutorial reflexo na água

Se quiser, baixe o arquivo do tutorial aqui (2 MB) e  o mapa de deslocamento aqui (18 MB).

Baseado em Displacement Water, de Photoshop Contest (em inglês)

Author

Fundador do Tutoriart em 2010, é ex-instrutor de Photoshop, design web e gráfico. Em quase uma década de redação online, tem cerca de 1500 artigos publicados. Gerencia também o Memória BIT.

Write A Comment

Pin