Redes Sociais

Como usar o Tumblr: excelente opção para blog grátis

Lançado em 2007, serviço é excelente opção para quem quer um blog descomplicado e grátis.
Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr
Anúncios Google

O Tumblr (leia “tâmbler”) é uma ferramenta de blogging fundada oficialmente em 2007.  Lá você pode publicar “qualquer coisa”, incluindo textos, fotografias, vídeos, áudios, citações, chats… Suas postagens são acompanhadas por seguidores, similar ao Twitter. Tudo isso com certo controle sobre o tema e o código HTML, e um bom nível de personalização.

Dos pouco mais de 3 milhões, o número de usuários só cresceu. Em 2012, já contava com mais de 18 bilhões (sim, bilhões) de postagens únicas e 46 milhões de blogs. Em 2017, passou a marca dos 400 milhões de contas.

Já falamos por aqui das vantagens de serviços pagos como hospedagem e domínio. Não se iluda — quase sempre, o pago é melhor que o gratuito. Mas se ainda não se decidiu a dar esses passos na “carreira” de blogueiro, ou nem pretende ir longe, o Tumblr é excelente alternativa. E caso precise de mais, pode usar domínio próprio (pagando, claro).

Por seu formato, o Tumblr fica num meio termo entre microblogging e rede social. Oferece ao visitante o compartilhamento de posts em seu próprio blog (“reblogar”) ou curtir (“gostar”) das postagens.

Pontos positivos e negativos

Logo de cara, você nota que é muito fácil começar a usar o Tumblr. Depois de criar a conta (tão simples que nem vou postar o procedimento aqui), você tem acesso ao painel de controle (Dashboard), por onde acompanha postagens dos blogs que segue.

Para começar a postar, clique no nome do seu blog, e então no ícone para cada tipo de post. Se quer publicar uma imagem, por exemplo, é só clicar em Photo, escolhê-la em seu computador, adicionar alguma informação (se quiser), tags, etc.

Postando imagem no Tumblr
Tipos de posts possíveis.
Janela de postagem no Tumblr
Editor de post do Tumblr.

Se tiver conhecimento de HTML e CSS, vai conseguir “brincar” bastante com o tema. Aliás, para escolher um, é só usar o botão Customize appearance no painel do blog. Uma janela com seu tema e as ferramentas de personalização se abrirão.

Também não precisa se preocupar com otimização para dispositivos portáteis. É só ativar um tema apropriado para isso em Advanced — quando o blog for visto num celular, por exemplo, o tema se ajusta ao visor.

Customize appearance, no tumblr

Guia de customização do tema, no tumblr
Guia de customização do tema no Tumbr.
opções do Tumblr
“Use optimized mobile layout” torna seu blog compatível com dispositivos móveis.

Se as opções como cores de fundo, links, fontes, conteúdo extra para CSS, não forem suficientes, você pode fazer alterações direto no HTML do tema. Clique em Edit HTML para abrir o código-fonte, e lá faça as mudanças que precisa.

A janela de edição é em tempo real: alterações feitas podem ser vistas no tema antes de salvar, clicando em Update Preview.

Janela divida para editar o código fonte do tema, no tumblr
Código à esquerda, tema à direita: fácil de editar, e não precisa de nenhum software.

Como disse, é preciso ter um bom conhecimento de HTML para não estragar o tema. Se acontecer e não conseguir consertar, terá que reinstalá-lo, perdendo alterações.

Além de fornecer domínio e hospedagem grátis, você pode usar domínio próprio, deixando o blog mais personalizado.

Limitações?

O serviço quase não tem limites. Você pode postar fotos enormes, vídeos em alta resolução, e nem se preocupar com tráfego ou limitações de banda. Dificilmente seu blog vai apresentar problema de ficar fora do ar ou ser excluído, perda de dados, etc. Também são permitidos (respeitando os devidos filtros nas configurações) conteúdos adultos.

Mais uma vantagem é a fácil integração com as principais redes sociais. Para postar notificações de seu Tumblr em uma conta ou fanpage no Facebook, ou no Twitter, é fácil demais:  Settings do blog, e configure as contas. Nada de plugins ou gambiarras.

Compartilhar postagens do tumblr no Facebook e Twitter é fácil

Monetizar no Tumblr também é possível, ao contrário de outras plataformas grátis como o WordPress.com. Como visto antes, basta saber editar o HTML para inserir os códigos dos anúncios no tema, sejam do AdSense ou outro sistema.

Tal como WordPress, no Tumblr você pode optar entre publicar um post assim que o produz, ou agendá-lo. Pode também criar rascunhos (Drafts) e usar a mesma conta de login para criar vários blogs.

Ao seguir contas e ser seguido no Tumblr, você terá seu Dashboard para acompanhar o que outros usuários estão postando. O sistema é similar ao Twitter — mas sem limitação de 140 caracteres.

Desvantagens

Entre os contras, estão as poucas opções para formatar texto. Para manter o sistema o mais simples possível, são oferecidos apenas botões de negrito, itálico, listas simples e numerada, texto tachado… Nada de alinhamento de parágrafo, cores de texto, sublinhado ou outros. Se quiser essas coisas, tem que editar o código do post, clicando em HTML. Desconfortável para quem não tem muita intimidade com o assunto.

SEO é um ponto fraco no Tumblr. Quase não há opções para gerenciar o formato dos posts (usar h1 ou h2 em títulos e colocar rel em links,  por exemplo). Tudo tem que ser feito direto no código.

A quantidade de temas grátis não é grande como no WordPress, embora existam muitas opções. Além disso, não dá pra usar plugins para tanta coisa como no WordPress. Tem que ralar no código se quiser inserir botões de redes sociais, efeitos especiais como lightbox e afins…

Ainda não há opção para português em muitas partes do blog, então coloque seus conhecimentos de inglês para funcionar. Vá se acostumando a termos como Dashboard, Customize, Draft, Click-Through

Por ser um serviço tão acessível, milhares de contas são criadas todo dia. Assim, a chance de você se destacar num ambiente que mistura rede social com blog está condicionada a mais empenho que os demais usuários médios.

A maior parte dos blogs criados seguem a linha de “diário pessoal”. Não quer dizer que não possamos abordar outros assuntos, tornando o perfil mais profissional ou especializado. Como é uma rede ainda em crescimento, acredito que possa ser melhor explorada nos próximos meses.

Conclusão

O Tumblr é serviço de muito potencial, que se bem usado, pode ir além dos tradicionais blogs despretensiosos de poesia e memes.

Para saber mais, visite os links:

Anúncios Google

Fundador do Tutoriart em 2010, é ex-instrutor de Photoshop, design web e gráfico. Em quase uma década de redação online, tem cerca de 1500 artigos publicados. Gerencia também o Memória BIT.

Deixe um Comentário

Pin