Procrastinação, A Inimiga Número Um do Blogueiro

0
731

Procrastinação: s.f. adiamento, protelação. Quem nunca deu uma procrastinadinha aí, que atire a primeira pedra! Afinal, com tantas tarefas a cumprir, algumas chatíssimas e/ou complexas, e um monte de distração bem ali à vista, fica impossível não dar uma passeada por outras coisas antes dos deveres. Uma conferida no Facebook (ah Facebook, me deixa trabalhar em paz!) para ler aquelas tirinhas super originais que seu amigo que mora na Conchinchina postou, ou uma lida no Twitter para saber se o filho do Justin Bieber ou o traseiro da Shakira estão nos TT. E lá se vai o tempo... aquele mesmo no qual artigos úteis e que acrescentariam muito à vida de muita gente deixaram de ser feitos.

Quando nos sentamos frente a um computador com internet, temos nas mãos (perdão pela expressão tão batida) uma janela para o mundo. Coisas inimagináveis estão a poucos cliques - participamos de chats, verificamos emails, jogamos games, vemos filmes, lemos notícias do mundo, etc, e quando nos damos conta, horas esvaíram-se. Isto é bom, mas como tudo na vida, se não tivermos moderação, pouca coisa realmente produtiva será feita. Para alguém que se dispõe a ter um blog, estas navegações aleatórias - e cá entre nós, quase sempre sem nenhum propósito racional a não ser adiar as tarefas desagradáveis - são um verdadeiro câncer.

Redes Sociais, as Devoradoras de Tempo

Por experiência própria, afirmo que as redes sociais podem ser as maiores inimigas de quem tem blog. Você trabalhou o dia todo, chegou em casa e depois da rotina doméstica está ali com duas abas do navegador: blog ou rede social? É como perguntar a uma criança se ela prefere um doce ou a lição de casa  :devil:

Mas não seja tão condescendente consigo mesmo, afinal, você já não é criança, e sabe muito bem que a tarefa - a qual você se propôs a fazer espontaneamente, ou alguém o obrigou a começar um blog? - é mais importante e produtiva do que ficar de "chit-chat" em rede social, com pessoas que você nem conhece, ou outras com quem você pode falar pessoalmente depois.

Mas eu não consigo, é mais forte que eu!

Algumas dicas que podem funcionar para sua doença crônica de procrastinar:

Saiba que você não é o único. Neste exato momento, milhões de pessoas estão deixando de realizar tarefas deveras importantes e interessantes para ficar de bobeira, perdendo incríveis oportunidades nos mais variados campos, seja no amor, profissão, emprego... Então, não se aflija tanto; só pense que isso não é bom e deve ser mudado.

Avalie suas atividades. Se tiver só um pouquinho de consciência, vai entender o quanto a procrastinação é nociva para a produtividade mundial. Ela é irracional, movida por um desejo instintivo de evitar qualquer atividade desagradável, mesmo que importante. Entendendo isso, a chance de combatê-la é maior (pra mim pelo menos é).

Produzir para seu blog é mais útil do que ler futilidades, assistir um seriado ou terminar um game. Não há meias verdades aqui, só aceitação ou não. Com isso em mente, você se sentirá culpado quando estiver desperdiçando tempo. Pode não ajudar rapidamente, mas a médio prazo funciona (a não ser que você seja muito relapso(a)).

Corte as distrações. Essa é difícil, mas tente: feche todas as guias e programas que estão tirando você do foco. Usa o Rockmelt, aquele navegador que dá pra ficar tomando conta de tudo que acontece nas redes sociais? Então troque-o ou fique invisível enquanto trabalha. Costuma largar o "Face" ou o Twitter ali em uma guia, e sempre que aparece uma atualização, corre feliz pra ver o que é? Perca esse hábito. O máximo tolerável é uma musiquinha de fundo (também somos filhos de Deus, pois não?), alta o bastante pra não se tornar um incômodo ao raciocínio. Todas as demais distrações devem ser ELIMINADAS SEM PIEDADE. Seja seu patrão: um patrão de verdade deixaria o funcionário ficar na "orgia digital" enquanto o trabalho vai acumulando?

O Facebook pede: Me cheeca
Se o Facebook está atrapalhando, feche a página. Simples...

Registre suas ideias, seja num caderno, pedaço de papel, um arquivo de texto, não importa; não deixe nenhuma delas escapar. Anote como achar melhor, e anote tudo - mesmo que não pareça grande coisa, num momento de inspiração ela poderá ser desenvolvida e virar um grande post. Com um registro de ideias, fica mais difícil ceder à tentação de procrastinar, afinal, você tem várias coisas ali esperando um polimento. E não engavete-as: deixe-as à vista, cobrando uma ação sua.

Não tente resolver tudo de uma vez. Entrou num frenesi de publicar um artigo por dia, como recomendam os melhores blogueiros, mas fica mal por não estar acostumado e não conseguir? Relaxe, escreva um a cada dois dias, ou comece a pesquisar e escrever num dia, e termine no outro. Seus artigos melhorarão e com o tempo, você estará cada vez mais relaxado e postando todo dia de forma natural.

Crie expectativas. Estabeleça metas. Quando estamos pressionados, seja por nós mesmos ou um agente externo, a tendência é produzir mais para atender àquelas "exigências". Então, divulgue seu blog em redes sociais, consiga fãs, seguidores, leitores de feed. Fale do blog com amigos, professor, pais, namorada(o). Pode ser um pouco assustador no começo, mas a pressão ajuda a impedir que você fique brincando em vez de agir.

Tenha planos ousados. Se começou um blog, é porque quer resultado, então pensar "se levar cinco anos pra crescer, tudo bem, fulano-super-blogueiro disse que é normal" não é producente - se vai levar cinco anos pra crescer, dá tempo de ficar fofocando e fuçando álbuns alheios no Orkut, não é mesmo? Como diria o dono da maçã, "pense diferente": grandes planos envolvem grandes responsabilidades.

Leve o que está fazendo a sério. É comum ver um amigo dizendo em tom de brincadeira "kkkk comecei um blog, vamos ver no que dá". Pode ser uma auto-defesa do tipo "se não der certo, tudo bem, eu disse que era brincadeira", mas se você não entende que seu blog pode crescer e acrescentar algo à cultura de milhares de leitores, não vai se dedicar como deveria - afinal, "é só uma brincadeira". Se quer brincar, fique jogando videogame, é menos arriscado...

Challenge Accepted WordPress
Aceite o desafio de levar seu blog a sério!

Não seja preguiçoso ou tenha vergonha de pesquisar. Uma das causas da procrastinação é a decepção por não ideias suficientemente sólidas para o que pretende escrever. Não incentivo ninguém a copiar ideias alheias, mas se você pesquisar sobre o que está planejando, poderá ter iluminações em pontos que estavam sombrios, ajudando a completar seu artigo. E com mais ideias, a chance de colocar em prática o que pensou é maior.

Trabalho primeiro, diversão depois. Como mamãe já nos ensinava, primeiro a lição de casa, depois a brincadeira. Então, não pense em ficar só um pouquinho no MSN e Facebook, avançar um nível no game ou assistir um episódio da novela, para depois escrever, pois sabemos bem o que acontece: o papo fica bom, o game fica interessante, o próximo capítulo da novela está no HD pronto para ser assistido, e o trabalho JÁ ERA. Deixando a diversão para depois, ela fica como uma recompensa pelo seu duro batente.

Perfeccionismo não ajuda. Todos querem ser os melhores no que fazem, mesmo que neguem, mas ficar bitolado e deixar de produzir porque o texto nunca está bom o bastante não resolve. O nível de exigência pessoal é muito maior do que o real. Duvida? Mostre algo que você fez para dez pessoas e avalie as respostas: a maioria dirá que ficou bom, mesmo que você não ache tão grande coisa. Isso é natural, então coloque a mão na massa e deixe a maioria aproveitar o que você tem pra mostrar - ainda que você não goste tanto.

Não exagere na dose. Pra quem tem muito tempo, como estudantes em férias ou quem não precisa trabalhar, ficar várias horas pesquisando e escrevendo pode ser prazeroso, mas se você veio de um longo dia de atividade, gastar todo o tempo livre blogando será estressante. Procure estabelecer horários fixos para isso, e respeite esse tempo. Tem só duas horas livres? Então aproveite-as com seriedade. Tem mais tempo? Cinco, oito horas, o blog é sua única atividade? Ok, produza o quanto achar bom, e depois relaxe, e não faça "hora extra", pois estas não acrescentam nada de tão proveitoso ou que você não possa fazer na hora certa.

Aproveite melhor o tempo livre

Não deixe o lazer de lado. "Levar a sério" não tem nada a ver com substituir todo o lazer por trabalho, então reserve algum tempo para suas navegações aleatórias, games, séries e o que mais for divertido pra você (sem falar da vida real). Cortar completamente a diversão só vai te deixar cansado, e a chance de procrastinar para fugir da dura rotina auto-imposta é grande - o círculo vicioso começa aí. Só não deixe que essa diversão toda vire um vício, senão a procrastinação entra em ação.

Essas são algumas ideias para evitar a procrastinação e começar a produzir mais. Você costuma deixar a atividade pra depois também? Passa muito tempo nas redes sociais e depois fica culpado? Tem alguma tática pessoal para combater a preguiça de produzir? Comente, compartilhe.

- Publicidade -

Receba atualizações do Tutoriart

É grátis, e você pode escolher entre receber só sugestões sobre arte, design gráfico, Photoshop, etc, ou só sobre WordPress, blogging, design web, snippets, etc. Ou tudo, se preferir!

Quero assinar...
Ao assinar, você concorda com os Termos de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui