Tutoriais

Pintura digital com referência fotográfica: Yuka

Acompanhe o passo a passo de pintura com referência fotográfica, e o incrível resultado obtido.
Anúncios Google

Nem todos os artistas gostam, e alguns até desqualificam o recurso. Mas a não ser para quem tem muito conhecimento de anatomia, referência fotográfica é fundamental quando não se quer um desenho estilizado ou caricato. Mesmo veteranos.

São essenciais ao produzir um trabalho onde se pretenda atingir um nível de realismo máximo. Mesmo com bastante prática, é fácil ser traído pela percepção e acabar por equivocar-se em alguma proporção ou na simulação de luzes e sombras.

Neste tutorial do designer e ilustrador polonês Lukasz Szeflinski, você acompanhará a produção da peça “Yuka”. É uma modelo tipo pinup, com muitos detalhes de roupas e fundo, incluindo simulação de vidro. Com uso de referência fotográfica, ele obtém um resultado impressionante, com o alto grau de realismo.

Descrição do artista:

“Minha meta foi criar uma pintura realmente detalhada. Sabia que não conseguiria sem uma fotografia, então comecei a procurar algo que me interessasse, pois levaria muitas horas pintando no Photoshop. Encontrei a imagem perfeita aqui.

Recebi muitos e-mails dizendo que não era grande coisa pintar assim, usando fotografia. O que posso dizer é: se não gosta, não veja. Ou tente pintar você mesmo para ver o tempo que leva criar algo tal como fiz.

Para esse trabalho, usei o Photoshop CS2 e uma Wacom Intuos 3. Minha configuração de hardware: Pentium 4 3GHz, 2GB RAM, VGA Quadro FX 1100, monitor 17” LCD.”

Esse é o resultado que você também pode obter:

🖌

Esta foi a imagem usada pelo artista como referência:

Pincel e esboço

O artista decidiu usar a resolução de 1800 x 1148 px, suficiente para trabalhar confortavelmente nos detalhes da imagem. Estas são as configurações de pincel usadas para o desenho do esboço em preto (contorno), que servirá de guia para o preenchimento com cores:

Dinâmicas de Forma > Tremulação de Tamanho > Controle: Pressão da Caneta
Outras Dinâmicas > Tremulação da Opacidade > Controle: Pressão da Caneta e Tremulação de Fluxo: Pressão da Caneta

Para simplificar, este ajuste de pincel será mantido durante todo o tutorial, sendo alterada apenas a dureza (hardness) e desligando-se o “Dinâmicas de Forma” ao término do esboço. Mais tarde será explicado o porque do uso de “Controle: Pressão da Caneta” para “Tremulação da Opacidade” e “Tremulação de Fluxo” para “Outras Dinâmicas”.

Base

Após definir as formas básicas, comece a adicionar cor. Não se apegue a detalhes ainda, apenas espalhe as cores.

Em vez de se preocupar com detalhes e áreas menores, apenas espalhe as cores observando a imagem como um todo.

Os ajustes de pincel “Controle: Pressão da Caneta” na “Tremulação da Opacidade” e “Tremulação do Fluxo” em “Outras Dinâmicas”, definidos antes, foram escolhidos para que se obtenha uma melhor mesclagem das cores. Usando apenas “Controle: Pressão da Caneta”, é mais difícil atingir boas transições entre as cores.

Aqui, alguns exemplos de efeitos nas configurações citadas.

Usando apenas “Controle: Pressão da Caneta” na “Tremulação da Opacidade”
Com os ajustes “Controle: Pressão da Caneta” na “Tremulação da Opacidade” e “Tremulação do Fluxo” em “Outras Dinâmicas”

Exceto por esta configuração, não há qualquer outra dica importante ou truque. Só bastante observação aos detalhes da foto, paciência e pintar, pintar…

Colorindo

Mantenha o esboço visível, no topo das camadas, enquanto vai preenchendo outras com as cores.

Após este ponto, desligue a visibilidade da camada com o esboço e comece a trabalhar só com as cores, luzes e sombras.

Lentamente, o corpo vai sendo modelado, com as luzes e sombras.

Aqui, mais detalhes são adicionados aos cabelos da modelo.

Passe em seguida para o rosto e seus detalhes.

Trabalhe nos detalhes da cortina à direita.

Cortina esquerda e cama:

Trabalhando um pouco detalhes do primeiro plano.

Detalhes também no lado de fora da janela, braço esquerdo, cabelo.

Detalhamento

Após preencher a imagem toda com cor, sombra e luz, finalmente dedique-se aos detalhes.

Rendas do sutiã e vestido:

Mais detalhes aos rendados do sutiã, lado esquerdo:

Rendado do sutiã, lado direito:

E de novo, o trabalho finalizado:

Veja a comparação entre a foto e a pintura:

[twentytwenty]

[/twentytwenty]

 

Confira também o portfólio de Lukasz Szeflinski.

Author

Fundador do Tutoriart em 2010, é ex-instrutor de Photoshop, design web e gráfico. Em quase uma década de redação online, tem cerca de 1500 artigos publicados. Gerencia também o Memória BIT.

Write A Comment

Pin