Dicas

Photoshop CC: Nova Versão “Na Nuvem” Disponível em Junho

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr
Anúncios Google

O novo Photoshop, que estará disponível só pela Creative Cloud, teve algumas ferramentas exibidas na conferência Adobe Max, em Los Angeles, nessa semana. Com o Photoshop CC, a empresa passa a oferecer acesso ao software “em nuvem” através do pagamento de planos mensais ou anuais. Será que o fim da suíte CS e da mídia física vai acabar com a pirataria, ou só acelerar a migração desse público para outros softwares?

De qualquer forma, são várias novidades para os usuários, entre elas: redução de tremor da câmera, que promete salvar fotos que você pensava ter perdido pelo movimento ao fotografar; aprimoramentos nas seleções de formas e demarcadores; melhorias no Camera Raw; aplicação inteligente de nitidez e muito mais.

Vamos dar uma passada em algumas das novas possibilidades do Photoshop CC.

Nova aplicação inteligente de nitidez

Com a nova aplicação de nitidez, detalhes de texturas complexas e bordas devem se manter mais fiéis que nunca. A ferramenta analiza a imagem e aumenta a claridade enquanto reduz ruído e halos (contornos brilhantes), para obter resultados mais naturais.

[videoineoeo id=jnnFdSQhlwk]

Aumento inteligente de resolução

Amplie imagens de baixa resolução para que ela pareça maior na impressão, ou aumente uma imagem já grande para tamanhos bem maiores, como posters ou murais.

O processo promete manter a resolução e preserva detalhes e nitidez, sem introduzir ruído.

[videoineoeo id=AibW1Vbck7U]

Redução do tremor de câmera

Aquelas fotos em que você tremeu um pouco na hora e ficaram com desfoque, ou usou uma velocidade muito baixa? Muitas serão salvas com essa ferramenta, que analisa partes da imagem e faz a correção automática, restaurando para uma nitidez apropriada.

[videoineoeo id=66yKdIXMAu8]

Retângulos arredondados editáveis

O trabalho com formas e demarcadores sempre foi um ponto fraco do Photoshop. Atendendo a pedidos, a Adobe fez melhorias, como essa na edição formas, que podem ser redimensionadas, editadas e reeditadas, mesmo depois de já criadas. O arrendondamento de formas pode ser alterado no geral ou num dos cantos.

[videoineoeo id=uYZu8h5_QKs]

Camera Raw e suporte de camada

Os ajustes do Camera Raw podem ser aplicados como se fossem filtros inteligentes, sobre qualquer camada ou arquivo.

Suporte a objeto inteligente expandido

Efeitos da galeria de desfoques e Dissolver agora são aplicados de forma não destrutiva graças ao suporte aos Objetos Inteligentes. Além de preservar a imagem original, os efeitos são editáveis, como qualquer filtro inteligente, por exemplo.

Melhoria na pintura em 3D

A pintura sobre objetos 3D promete ter a visualização ao vivo até 100 vezes mais rápida.

Melhorias em estilos de tipo

Pra você que trabalha com texto, a ferramenta vai salvar predefinições (estilos, tamanhos, etc) que podem ser aplicadas em vários textos, com apenas um clique.

Cópia de atributos CSS

Para os designers web, agora o Photoshop faz a exportação de estilos CSS para modelos criados, mantendo cantos arredondados e formatações de elementos específicos. Você pode criar partes específicas como botões, por exemplo, gerar o CSS, copiá-lo e usar nas suas folhas de estilo.

Isolamento de camadas

Mais uma forma de filtrar camadas, similar ao já existente filtro por cores ou nome. Basta usar o comando Isolar no menu Selecionar, já com as camadas destacadas.

[videoineoeo id=e8xVCPIm3-Y]

Vantagens do Creative Cloud

Como usuário da “nuvem criativa”, você ainda tem vantagens em relação às versões anteriores do Photoshop, como acesso total às ferramentas que faziam parte só do pacote Extended (como as 3D e edição de vídeo) em qualquer plano. Há também integração direta com o Behance, para envio direto de arquivos para a rede.

Aqui uma seleção com cinco das melhores novidades no Photoshop CC feita por Russel Brown, diretor de criação da Adobe.

[videoineoeo id=03k8XqALcNg]

Como vai funcionar?

Você pode assinar o pacote criativo todo, que dará acesso aos softwares conhecidos da Adobe como Photoshop, Illustrator, Flash, etc, ou assinar só um deles. O software é baixado, instalado na sua máquina e validado a cada período de tempo, sendo portanto necessária conexão com internet.

Os planos disponíveis no momento (a partir de junho):

Introdução: acesso grátis aos programas, com 2GB para armazenamento.

Aplicativo único: quer só um deles? Pague US$19,99 por mês. Recebe também 20GB de espaço para armazenamento.

Completo: acesso total aos programas e 20 GB de espaço, mas requer assinatura anual, que equivale a US$49,99 por mês.

Se você já é cliente da Adobe (dono de algum aplicativo da família CS), tem ofertas especiais, como US$29,99 / mês pelo pacote completo no primeiro ano. Equipes, empresas e instituições de ensino também tem pacotes especiais. Veja os links no final.

Há controvérsias…

Mas nem todo mundo está animado com esse novo meio de distribuição do Photoshop. Muita gente questiona o fato de não ter mais o software “em mãos”, já que a nova licença temporária será algo próximo de um aluguel.

A Adobe alega (segundo declarações de Winston Hendrickson, vice-presidente de Soluções Criativas da Adobe) que esse modelo é melhor, pois como assinante o usuário tem sempre um produto atualizado. Por exemplo: se parar de pagar por um período longo e depois voltar, ele passa a desfrutar do software no estado que estiver. Algo como comprar um Photoshop CS2 quando foi lançado e ter os outros (CS3, 4, etc) assim que lançados.

Ele esclareceu ainda, que não será preciso ficar online o tempo todo:

Um ponto que quero esclarecer é sobre a ideia equivocada de que será preciso ficar continuamente conectado à internet ao usar aplicativos da CC. Assinantes mensais poderão usá-los por até 30 dias sem conexão com a internet para fazer a validação. Usuários com assinatura anual, por até 99 dias.

As novas ferramentas também não agradaram todo mundo. O designer Ryan Chartrand criou um vídeo parodiando o promo do Photoshop e mostrando coisas banais e absurdas como Chanfro e Entalhe e textos horríveis em Comic Sans como se fossem novidades – questionando principalmente a utilidade do controle de arredondamento de bordas em formas e demarcadores. Veja:

[videoineoeo id=HPTc79Qw2g4]

Saiba mais sobre o Creative Cloud:

Fundador do Tutoriart em 2010, é ex-instrutor de Photoshop, design web e gráfico. Em quase uma década de redação online, tem cerca de 1500 artigos publicados. Gerencia também o Memória BIT.

Deixe um Comentário

Pin