Diversos

Modelos de mesa digitalizadora que muitos sonham em ter

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr
Anúncios Google

Tem uma mesa digitalizadora pra fazer suas pinturas no Photoshop (ou Painter, ou outro programa)? Está sonhando com uma nova pois já não aguenta mais a velha que custou baratinho, ou a pequena que está com algum led queimado, ou a “xing-ling” com caneta a pilha? Então esse artigo vai te deixar com água na boca.

Esses modelos não estão entre os mais baratos, mas trazem recursos para agradar os artistas mais exigentes; a principal característica em comum são as telas sensíveis ao toque, recurso que enriquece muito a experiência da arte digital – pintar ou desenhar sobre a tela, o sonho de todo artista digital!

Elas são indicadas pra quem trabalha com ilustração ou design, pois exigem mais espaço no seu desktop, mais conhecimento para usar e principalmente uma boa reserva financeira – os preços são compatíveis com os benefícios.

Leia também → Tablet Gráfico: qual modelo você Precisa (se é que precisa)?

Que tal essa primeira?

Wacom Cintiq 24 HD DTK2400

É o modelo top de linha da mais reconhecida fabricante. Ela não é uma mera tablet gráfica, mas sim um grande monitor sensível ao toque com todos os recursos para artistas digitais criarem como se estivessem trabalhando direto sobre a tela ou papel.

Com 24 polegadas (maior que meu monitor!), sua área ativa é de cerca de 51 x 32 centímetros. Com 2048 níveis de pressão, pode ser ajustada em diferentes ângulos e rotacionada para maior conforto durante o trabalho. A tela é de alta qualidade com cores vívidas, em formato widescreen para oferecer uma ótima visão do papel e do que está sendo criado.

Só o preço é que faz chorar: pra ter uma dessas hoje no seu escritório, ou quem sabe até em casa, desembolse cerca de R$12 mil (ou uns US$3 mil via importação, fora tarifas).

Se eu tivesse sobrando, pagaria sem dó…

[videott site=youtube id=79SdxuA1WjY]

Veja a linha completa da Wacom.

Yiynova MSP 19 Tablet LCD

Se comprar uma Wacom não está dentro do orçamento, que tal tentar alguma marca menos conhecida? Esse modelo da Yiynova tem tela LCD de 19″ e resolução de até 1440 x 900 a 60 Hz, área ativa de 40 x 25,5 centímetros, 1024 níveis de pressão e garantia de 1 ano.

O inconveniente é a compatibilidade: só para Windows. O preço médio também é bem mais leve: cerca de 500 dólares lá fora.

[videott site=youtube id=tY1eoDF3eu4]

P-Active XPC 1910A

1024 níveis de pressão, atalhos programáveis, área ativa de 13.5″ x 10.6″ (19 polegadas), para Windows e Mac. A tablet gráfica da P-Active parece uma boa opção aos modelos mais conhecidos.

O preço sugerido no exterior é de US$1,4 mil, bem mais em conta que a Cintiq. Se ainda não deu pra juntar toda a grana e está com pressa de ter sua tablet com tela, é uma opção a considerar.

[videott site=youtube id=oTEmtGDxuvg]

DesignerPad O

Compatível só com Windows, esse modelo da DesignerPad tem tela de 19″ com resolução de até 1440 x 900 (40,8 x 25,5 cm), 2048 níveis de pressão, entre outras características comuns aos modelos mais caros.

Seu preço no exterior é estimado em 1280 dólares.

Tablet gráfica DesignerPad O

Site do DesignerPad O

UC-Logic TM19W01

Fabricados no Taiwan, esses “tablets monitores” apresentam tela LCD de 19″, área ativa de 40 x 25,5 cm, resolução de 1440 x 900 e 1024 níveis de pressão. Infelizmente é um pouco difícil de achar, só vi alguns em sites de exportação (e esgotados). O preço fica em torno de mil dólares.

Tablet gráfica da UC Logic

Site do fabricante do TM19W01

Modelos desconhecidos: vale arriscar?

Só se  precisar muito de recursos “top” e ainda não conseguiu o dinheiro para as marcas renomadas (tipo Wacom). É verdade que muita gente relata boas experiências com as menos famosas, mas são difíceis de encontrar por aqui – só com empresas de exportação – e não devem ter garantia local. Nisso entra toda a amolação dos importados, como alfândega, entregas, garantias inexistentes, falta de assistência técnica e trocas quase impossíveis.

Por outro lado, a diferença de preço chega a mais de 100% em relação a similares da Wacom. Veja o caso da Yiynova, que por cerca de US$500,00 oferece recursos “parecidos” com os da Cintiq. Eu não arriscaria, mas podem se adaptar ao seu gosto e necessidade.

Lembre-se que modelos como a Cintiq são voltados a profissionais, especialmente estúdios de arte. Não é todo mundo que gasta 12 mil pra colocar um bichinho desses em casa e brincar; aposto que você não precisa do modelo mais caro.

E só citei um modelo de cada fabricante: se for procurar entre as opções da própria Wacom, há outras interessantes como o Cintiq 12 (menos de R$5 mil) e o Intuos 5 (perto dos R$3 mil).

Fundador do Tutoriart em 2010, é ex-instrutor de Photoshop, design web e gráfico. Em quase uma década de redação online, tem cerca de 1500 artigos publicados. Gerencia também o Memória BIT.

Pin