Primeiros Passos

Como reparar um banco de dados do WordPress pelo phpMyAdmin

Veja como usar a ferramenta de reparo do banco de dados, é muito simples e se tudo der certo, coloca seu site de volta online em minutos.
Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr
Anúncios Google

Quem é usuário de WordPress há tempos com certeza já passou por isso. Você vai ao endereço do seu site, e dá de cara com a famosa tela:

reparar banco dados wordpress

Ocasionalmente, devido a razões diversas, seu banco de dados terá problema. O erro geralmente é nas tabelas de MySql, que são relacionais, ou seja, elas “se comunicam” entre si para entregar o resultado completo de uma página como essa, por exemplo.

De forma resumida, um banco de dados de WordPress terá várias tabelas, como:

  • wp-posts: armazena o conteúdo dos artigos. Esse texto, que você está lendo agora, está armazenado numa tabele wp-posts do nosso banco de dados.
  • wp-postmeta: armazena informações adicionais, que podem ser campos personalizados, a data da publicação, o autor e seu link, etc.
  • wp-comments: armazena os comentários.

E assim por diante.

Então, quando o navegador do visitante requisita uma página ao servidor, todas as informações que constroem aquela página são chamadas de várias tabelas. Elas enfim formam o arquivo que seu visitante vê, contendo o post, os comentários, etc.

Por razões diversas, que podem ser bugs diversos, falhas na gravação dos dados e várias outras, essas relações entre as tabelas podem ser quebradas. Podem acontecer também falhas na própria estrutura das tabelas.

É sempre bom lembrar: backups do banco de dados não é um luxo, mas necessidade. Se uma dessas falhas for irrecuperável, você pode simplesmente perder seu site WordPress. Ou no mínimo, ter um trabalho bem grande para recuperar os dados que forem possíveis.

Felizmente, no próprio software do MySql, há uma ferramenta de reparo das tabelas do banco de dados. O WordPress também tem um sistema próprio que usa essa ferramenta de forma automatizada.

E se o WordPress falhar no reparo?

Não vou entrar em detalhes aqui como iniciar a correção do WordPress, já que ela é baseada em simples cliques. Caso ela falhe, você pode tentar a correção direto pelo MySql. Isso vai exigir:

  • estar usando cPanel
  • ter a senha de acesso do servidor/cPanel
  • BACKUP. SEMPRE.

Se não tiver essas informações, procure o responsável de TI ou pela hospedagem do seu site. Se nem eles souberem, entre em contato com o provedor de hospedagem.

Faça login em sua conta cPanel. Ela fica geralmente no endereço de IP do seu servidor, seguido de :2083 (porta usada pelo cPanel em SSL) ou :2082 (acesso normal).

Procure pela opção “phpMyAdmin”, que normalmente estará na guia “Databases”. Clique nela.

Será aberta uma nova guia, contendo um menu à esquerda com a lista de bancos de dados em seu servidor. Identifique o banco do seu site e clique nele; será aberta sua estrutura na parte principal da página.

Role a página até o fim dessa lista de tabelas e marque a caixa “Marcar todos”.

Agora clique na caixa em que está destacada a opção “Com os seleccionados”. Selecione a opção “Reparar tabela”.

Deixe o processo ser concluído e teste seu site de novo. Se o reparo foi concluído, ele certamente estará online de novo. Se ainda tiver problemas, lembre-se de esvaziar todos os caches possíveis, tanto do navegador quanto de CDNs tipo Cloudflare.

Se seu servidor não usa cPanel (alternativas como Plesk, CWP, etc), o phpMyAdmin ainda está por lá. Entre em contato com seu servidor para saber como acessá-lo.

Funcionou? Comente aí!

Fundador do Tutoriart em 2010, é ex-instrutor de Photoshop, design web e gráfico. Em quase uma década de redação online, tem cerca de 1500 artigos publicados. Gerencia também o Memória BIT.

Deixe um Comentário

Pin