Como remover aspas inglesas no WordPress

As aspas inglesas são um problema para quem costuma publicar scripts. Resolva com três linhas de código no functions.php.
0
746

As famigeradas aspas inglesas (aquelas "curvadinhas") são um transtorno para quem tem sites ou blogs em WordPress. Especialmente se costuma escrever sobre design web, ou publica códigos e scripts.

O WordPress tem uma função que substitui as aspas comuns (" ") por inglesas (“ ”). As aspas retas foram inseridas ainda no tempo das máquinas e continuaram nos teclados de computador, e embora não sejam erradas, há quem veja nas curvas (também conhecidas como aspas de tipógrafo ou de tipografia) um padrão clássico a ser seguido.

Só que muitas linguagens de programação usam aspas retas. Ao digitar o código no seu post, elas são substituídas pelas inglesas no texto final e tornam o código inválido ou quebrado. Quem vai copiar o código é obrigado a perceber se isso ocorreu e fazer manualmente a reposição por aspas retas. Lógico que muitos não notarão e vai sobrar pra você...

Há plugins que resolvem o problema, mas não tem necessidade. Podemos dar cabo do problema com um pouquinho de código.

Opção 1: adeus função

Abra seu arquivo functions.php  e insira a seguinte função antes do sinal ?> no final da página (ou em outro ponto, se você souber o que está fazendo):

remove_filter('the_content', 'wptexturize'); // impede aspas inglesas no conteúdo
remove_filter('comment_text', 'wptexturize'); // impede nos comentários
remove_filter('the_excerpt', 'wptexturize'); // impede nos resumos dos posts

Isto cancela o filtro wptexturize, que formata certos caracteres nos posts. Envie o functions.php atualizado para o servidor e visite seu blog. Quaisquer aspas em seus formatos originais serão mantidas na artigo publicado. Teste e comprove!

Importante

Para alguns, pode ser mais útil usar as tags que não são afetadas pelo wptexturize. São elas: <pre>, <code>, <kbd>, <style>, <tt><script>. A solução apresentada aqui é para casos diferentes, de códigos que não são colocados entre alguma dessas tags.

Note que a eliminação do wptexturize vai impedir outras formatações automáticas, como transformar (tm) em ™, x (letra x minúscula) em contas por × (sinal de vezes), etc. Nada que tenha me causado transtorno até hoje...

Opção 2: filtro por tag

Se não quiser eliminar o wptexturize em todo o conteúdo, você pode usar o filtro "no_texturize_tags" para evitar a "texturização" só dentro de outras tags HTML.

Exemplo:

add_filter( 'no_texturize_tags', 'my_no_texturzie_tags' );
function my_no_texturzie_tags( $tags ) {
	
	$tags[] = 'blockquote';
	return Stags;
}

Isso adicionado ao seu arquivo functions.php vai impedir o wptexturize dentro de blocos tipo "blockquote", fora aquelas tags já citadas antes.

⚙️

Lembre que isso tudo vale para instalações próprias do WordPress, já que no WordPress.com você não tem acesso ao arquivo functions.php. Mais sobre as diferenças entre WordPress.com e WordPress.org aqui.

- Publicidade -

Receba atualizações do Tutoriart

É grátis, e você pode escolher entre receber só sugestões sobre arte, design gráfico, Photoshop, etc, ou só sobre WordPress, blogging, design web, snippets, etc. Ou tudo, se preferir!

Quero assinar...
Ao assinar, você concorda com os Termos de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui