Dicas

Como revelar negativos no Photoshop (método caseiro)

Anúncios Google

Com o advento das máquinas digitais, poucos usuários casuais têm ou terão contato com filmes fotográficos, relegados ao tempo de nossos pais ou avós. Mas é possível que, mesmo nascido depois do auge das películas, você tenha negativos de fotos antigas da família, guardados e passados por gerações.

O que fazer com eles, se quase não se acha quem lide com o material hoje? Neste passo a passo, veremos como revelar negativos no Photoshop, com um scanner doméstico. Não é o método ideal, mas serve para rever cenas que pareciam perdidas ou sem previsão de recuperação.

Meio óbvio, mas bom lembrar que quanto maior a qualidade de seu equipamento, melhor será o resultado. Meu scanner não é tão bom quanto eu gostaria, e meu negativo, com quase 40 anos, está um pouco mal preservado, logo não terei perfeição. Mas com bons ajustes, consegue-e algo satisfatório.

Primeiro, escaneie o negativo com uma densidade de pixels bem alta (usei 2400 dpi no meu exemplo). Use os ajustes do scanner para conseguir o melhor resultado que puder, ampliando a minúscula imagem do filme. Caso disponíveis, opções como recuperação de cor e ajuste de brilho ajudam, de acordo com o estado do negativo. Faça testes para ver o que serve melhor ao seu caso.

Use o modo de cores 24 bits (é a melhor opção para meu scanner, veja se tem configurações melhores no seu) se a foto for colorida. Pelo próprio ajuste do software de seu scanner, você pode selecionar a área do negativo que quer revelar, ou o negativo inteiro — não indicado, tanto pelo tamanho da imagem final, quanto pelo fato de que cada foto vai precisar de um ajuste próprio.

Use o software do seu scanner para selecionar a área específica do negativo que quer revelar.
Área selecionada do negativo em zoom, no software do scanner

Com a imagem do negativo escaneada, abra-a no Photoshop. Se preciso, coloque-a na posição certa pelo menu Imagem > Rotacionar Imagem. Você deverá ter algo parecido com isto:

Parte do negativo escaneado e já aberto no Photoshop

Pelo menu Imagem > Ajustes > Inverter, ou atalho Ctrl + I, inverta as cores da imagem. Ela deve ficar com um tom bem feio, esverdeado, mas calma: vamos melhorá-la a seguir.

Negativo invertido, tudo certo até aqui

Abra o controle de Níveis (Levels, menu Imagem > Ajustes > Níveis). Note que a janela apresentará o histograma no modo de cores RGB, ou seja, com os três canais de cor.

Ajuste de Níveis nos canais RGB

Mas vamos corrigir cada canal individualmente.

Clique no menu onde está  a opção RGB e escolha o canal RED (Vermelho). O gráfico estará irregular, então o que você fará é arrastar o ponto do preto (seta na extrema esquerda do gráfico) em direção ao centro, onde o histograma começa, eliminando toda aquela parte vazia no início.

Corrigindo os níveis do canal vermelho da imagem.
Canal vermelho com níveis corrigidos.

Ficou mais azul ainda? Calma, repita o procedimento com os canais GREEN (Verde) e BLUE (azul), equalizando os histogramas.

Canal verde corrigido
Canal azul corrigido: melhorou muito!

Ao fim do processo, a não ser que seu negativo esteja muito prejudicado, sua imagem deverá ter cores bem próximas das corretas. Se preciso, faça outros ajustes: usei o controle de Curvas (Curves, atalho: Ctrl + M), para corrigir o RGB. Ajuste a linha de seu gráfico de acordo com sua foto.

Ajuste de Curvas.
Imagem após ajustes de curvas.

Se preciso, repita os ajustes de Níveis em cada canal, tentando deixar os níveis o mais equalizados que puder.

No final, consegui isso, sem outras correções:

Resultado após mais ajustes de nível em cada canal
Ficou saturado e com muito contraste, mas isso são outros ajustes…

Como disse, é um processo caseiro, feito com scanner de baixa qualidade e que gera imperfeições, ruído, etc. Com equipamento adequado um profissional pode conseguir resultados excelentes. Mas assim, você consegue ao menos ressuscitar imagens dos negativos que encontrou no fundo do baú.

O método depende de negativos em boas condições, claro. Faça seus testes e veja o que consegue.

Author

Fundador do Tutoriart em 2010, é ex-instrutor de Photoshop, design web e gráfico. Em quase uma década de redação online, tem cerca de 1500 artigos publicados. Gerencia também o Memória BIT.

2 Comments

  1. Laerte Favero Reply

    Saudações! Scaneei vários negativos de uma vez só e não estou conseguindo ajustá´los usando suas dicas. Será que só da certo fotografando-os individualmente ? Obrigado.

  2. Adorei, vou tentar fazer com os negativod que eu tenho em casa e fazer um album novo.

Write A Comment

Pin