Tutoriais

Como pintar uma paisagem no Photoshop – montanhas

Coloque em prática seus conhecimentos com um tutorial de pintura digital no Photoshop.
Anúncios Google

Neste tutorial vamos aprender a pintar uma paisagem no Photoshop com o tema “montanhas”. Nada de ferramentas especiais e configurações complexas: tudo será feito usando a caixa de pincéis e ajustes essenciais do programa, tornando-o facilmente compreensível.

Apesar do belo resultado final, não se assuste e nem imagine que o tutorial será longo e super complicado: ele é bem explicado e recomendado tanto para quem tem pouca experiência, como veteranos da arte tradicional começando no mundo digital.

Como notará, é um cenário relativamente simples, que depois pode ser ainda mais trabalhado com adição de detalhes a seu gosto. Uma bela base para sua própria arte. Acompanhe!

O que ajudaria bastante:

Mesa digitalizadora: é possível seguir o método só com o mouse, mas sem dúvida será mais complicado. Se pintar é sua praia, é altamente recomendado comprar uma mesa dessas, por mais simples que seja. Veja algumas dicas sobre mesas digitalizadoras aqui.

Experiência: em pintura tradicional, de qualquer tipo. O tutorial não é “pincelada a pincelada” então se você for MUITO iniciante, talvez não consiga acompanhar.

Abra um novo documento no Photoshop (Ctrl + N), com tamanho de 1900 x 900 pixels. O primeiro passo será a pintura do céu. Se tiver dificuldade em escolher a cor do céu, você pode usar alguma fotografia como referência, pegando a cor com a ferramenta Eyedropper (Conta-Gotas, atalho I).

Para fazer o céu:  em duas camadas separadas, pinte, usando um pincel duro (tipo Hard Round), os formatos do céu e da terra, usando azul e um tom amarelo puxado para laranja na terra. Depois aplique em cada um o filtro Gaussian Blur, para mesclar suavemente as cores e também remover a linha dura entre as duas partes.

Céu e terra em pintura dura

Após aplicação do Gaussian Blur

Objetos mais distantes devem ter muito menos contraste do que os de primeiro plano. Para as montanhas, tons de marrom vão funcionar bem. A cor de marrom escolhida vai variar depois em luminosidade para outras partes da montanha.

Escolhendo a cor para as montanhas

Com a cor escolhida, é hora de selecionar o pincel certo. O Photoshop oferece uma grande variedade deles, além da possibilidade de modificá-lo e criar novos. Vamos desenhar montanhas abruptas, com picos, então escolha o pincel Chalk, e mude sua direção (Angle) na caixa de ajustes do pincel (F5).

Caixa de ajustes do pincel

Em uma nova camada, desenhe a cadeia de montanhas, usando o pincel indicado antes.

Desenhando a primeira fileira de montanhas

Em outra camada, usando uma tonalidade mais clara que a anterior, pinte a segunda cadeia de montanhas.

Segunda cadeia de montanhas desenhada

Crie uma nova camada e outra vez pinte montanhas, agora no primeiro plano, usando um tom ainda mais escuro que os anteriores. Pintar em camadas diferentes é sempre uma boa prática, já que assim você poderá mudar elementos com mais facilidade depois, se mudar de ideia quanto à alguma coisa que fez.

Montanhas mais próximas desenhadas

Agora começaremos a colocar mais detalhes nas montanhas. Usando o mesmo pincel, mas agora variando na opacidade e fluxo, comece a adicionar algumas nuances de laranja, determinando regiões iluminadas nas montanhas. Pode usar também a ferramenta Smudge, tomando cuidado para não exagerar em sua força.

Primeiros detalhes de iluminação adicionados

Para as montanhas centrais, crie uma cópia de sua camada e crie uma Clipping Mask (clique com o botão direito e selecione Create Clipping Mask), fazendo edições na camada de cima.

Criando a Clipping Mask

Isto fará que as alterações apareçam apenas sobre a montanha na camada de baixo, sem propagar-se para o céu, e sem modificá-la permanentemente (em caso de erro, é só reduplicar a camada e começar de novo).

Nesta mesma camada, usando pincel com cores mais claras, e com ajuda do Smudge, adicione algumas áreas mais iluminadas no topo das montanhas, bem dissolvidos, para dar impressão de neve nos picos.

Adicionando detalhes na camada intermediária de montanhas

Aqui, a imagem de uma nuvem foi definida como pincel, então criada e depois posicionada. Para as suas, você pode desenhar cada uma com um pincel, em diversas camadas (uma para cada nuvem), aplicando diferentes filtros Gaussian Blur nelas, ou então use apenas o Smudge.

Se não souber criar pincéis, você pode usar algum pacote de pincéis tipo nuvem, há uma grande variedade na internet, inclusive para download gratuito, como você encontra neste artigo sobre pincéis.

Usando o pincel criado para desenhar nuvens
Se não souber converter a imagem de uma nuvem para pincel, use algum pack próprio para isso

Estes foram os ajustes do Smudge durante a criação de nuvens feita pelo artista.

Ajustes do Smudge para as nuvens

Agora você pode ajustar as partes desejadas da nuvem, alargá-la, modificá-la, obtendo alguma similaridade entre elas. Use as transformações (menu Edit > Transform) para conseguir a aparência desejada.

Use o Tranform para editar as nuvens e adaptá-las melhor ao cenário

Mais nuvens

Aparência com as nuvens completas

Para criar o traço de fumaça no céu, que dá algum realismo à cena, modifique os ajustes de seu pincel, para conseguir bordas mais “quebradas”.

Ajuste do pincel para desenhar o traço de fumaça no céu

Traço de fumaça criado

Aplique também um pouco de desfoque na parte final do traço, bem à direita, para dar alguma profundidade nela. Pode usar a Blur Tool (fica agrupada junto com o Smudge) para isso.

Parte final do traço recebeu desfoque com a ferramenta Blur

Numa camada acima da cópia do céu, pinte um pouco de laranja brilhante para acentuar a presença do Sol no lado esquerdo do horizonte.

Laranja no lado esquerdo para ensolarar a paisagem

Em outra camada, colocada entre a cópia das montanhas do fundo e das montanhas intermediárias, adicione laranja com o Photo Filter (Image > Adjustments > Photo Filter, selecione Orange e mantenha em 25%). Depois, mude a mesclagem da camada para o modo Lighten.

Essa etapa é opcional.

Sem o filtro

Com o filtro e a camada em mesclagem Lighten

É isso, coloque em prática e verá que não é difícil. Veja o resultado final abaixo (clique sobre a imagem para ampliá-la).

Paisagem finalizada

 

Author

Fundador do Tutoriart em 2010, é ex-instrutor de Photoshop, design web e gráfico. Em quase uma década de redação online, tem cerca de 1500 artigos publicados. Gerencia também o Memória BIT.

Write A Comment

Pin