Diversos

Como criar um retrato poligonal no Photoshop

Desenhe um rosto com polígonos usando só o Photoshop, sem programas de edição vetorial ou ferramentas 3D.
Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr
Anúncios Google

Já viu um retrato poligonal por aí, ficou com vontade de criar o seu, mas não tem pode porque não tem nenhum programa de edição 3D? A boa notícia é que dá pra conseguir um ótimo resultado só com um editor de imagens tipo o Photoshop. A ruim — se você não tem tempo disponível e / ou paciência — é que é trabalhoso e requer prática com certas ferramentas.

Vamos fazer passo a passo um retrato poligonal —  ou “falso 3D” — a partir da foto de um rosto, usando só duas das ferramentas mais-que-básicas do Photoshop: o Laço Poligonal e o filtro de Desfoque. O método consiste apenas em criar os polígonos (triangulares) cobrindo o rosto seguindo suas formas, usando uma grade para mantê-los unidos.

No aprendizado, é recomendável usar uma foto simples, como um rosto de frente, sem muitos detalhes como roupas, mãos, cabelos soltos, etc, e de preferência que seja grande (bem grande, o bastante para manter os detalhes nítidos mesmo com ampliação, algo a partir dos 1500 pixels de largura deve servir, ou até menos).

Por que “falso 3D”? Certamente os triângulos são polígonos, mas não há preocupação em criar uma malha poligonal precisa no volume; é numa abordagem mais artística e livre, até porque se quisesse perfeição, era melhor apelar a um software 3D, certo?

Antes de começar, esse é o resultado final do meu modelo, já com acabamento e ajustes. Não se preocupe tanto com os detalhes, o que importa é a técnica de criação dos polígonos:

rosto poligonal no photoshop final

Essa é minha imagem-base:

imagem base

Abra sua imagem no Photoshop e siga ao menu Editar > Preferências > Guias, Grades e Réguas. Vamos acertar a grade para ajudar no trabalho: Subdivisões em 1, Estilo em tracejado e uma linha a cada 10 pixels me parece bom.

Se ficar mais confortável, mude também a cor da grade (escolhi um tom de cinza, que não atrapalha a visualização da foto enquanto ela estiver ativa).

Ajuste da grade Photoshop

A grade vai ajudar a criar seleções mais precisas, que mantenham-se bem próximas.

Grade photoshop

Agora siga ao menu Ver > Exibir > Grade (aqui em inglês View > Show > Grid), ou atalho de teclado Ctrl + ‘. Marque a opção “Snap to Grid“.

Photoshop snap to grid

Quase prontos para começar. Selecione a ferramenta Laço Poligonal (Polygonal Lasso).

IMPORTANTE: desmarque na barra de configurações no alto da tela a opção Anti-alias, ou todas as formas criadas ficarão com as bordas borradas.

Com ela, marque um triângulo começando na parte mais externa do supercílio da modelo (pode ser outro lugar, mas acho ali bom para começar). A ideia é tentar respeitar as formas do corpo, e a distribuição de luz, cor e sombra. Veja:

Triangulo com lasso tool

Com o primeiro triângulo marcado, vamos criar uma Ação para não ter que repetir o mesmo passo várias vezes: siga ao menu Janela > Ações (atalho F9). Clique no botão “Criar nova ação” no rodapé da janela, e dê à sua ação um nome – a minha foi chamada “Poligonator” :). Dê-lhe também uma tecla de função, aquele que será pressionada para repetir facilmente a ação – escolhi a F4.

Acao photoshop a gravar

Com a gravação iniciada, faça o seguinte exatamente nessa ordem:

1) Duplique o conteúdo da camada a partir da seleção em forma de triângulo (atalho Ctrl + J).

Imagem duplicada
Camada duplicada tem o conteúdo do triângulo.

2) Segurando Ctrl, clique sobre a miniatura da camada duplicada. Será criada uma seleção em torno do triângulo.

Selecao do conteudo da camada

3) Siga ao menu Filtro > Desfoque > Média.

Apos o filtro blur
Resultado após o filtro de Desfoque pela Média.

4) Desfaça a seleção (atalho Ctrl + D), e clique sobre a camada Background para reativá-la.

Camada ativa Photoshop

Em seguida, interrompa a gravação clicando no botão Stop. Essa ação será repetida para criar todos os próximos polígonos do nosso desenho. Basta criar o triângulo com o Laço Poligonal sobre o Background (a foto da modelo) e pressionar F4 para aplicar toda a sequência anterior, gerando assim o efeito borrado pela média numa nova camada com um novo triângulo.

Coloque em ação: usando a grade como referência, com bastante zoom, crie outro triângulo ao lado da forma anterior, preenchendo a área imediatamente ao lado da primeira sobre a modelo. Pressione a tecla de atalho da ação e deixe a mágica acontecer.

Proximo poligono
A cada triângulo marcado, pressione a tecla de atalho do filtro para gerá-lo pela média numa nova camada.

Entendeu? Agora é fácil — mas trabalhoso — basta ir criando todos os demais polígonos que formarão METADE do rosto da modelo desenhada (calma que a gente já vê porquê). Para criar um bom desenho, vamos tentar seguir algumas regras:

  • crie triângulos que cobrem áreas de luz, cor e sombra. Se um único triângulo ocupar áreas muito claras e muito escuras, algum detalhe vai se perder, porque a cor após o filtro pegará a média da área. Se o triângulo for de uma parte escura da testa até as partes claras do nariz, por exemplo, vai ficar tudo uma coisa só muito escura para a área clara, e muito clara para a área escura. Não sei se me fiz entender, mas é simples.
  • não crie outras formas, só triângulos. Em outro modelo mais tarde você pode tentar polígonos diferentes, mas misturá-los só vai complicar na hora de conseguir encaixes.
  • tente seguir o formato e volume do rosto; perto da orelha, na linha final, os triângulos podem ser mais estreitos.
  • não exagere nos detalhes, com triângulos muito pequenos para desenhar cílios e coisas assim. A não ser que esse seja seu objetivo, claro.

Dica: se a grade estiver atrapalhando em algum momento, use ao atalho Ctrl + H para ativar ou desativar a visualização rapidamente.

Se gravou a ação direito, não se preocupe em selecionar a camada certa a cada triângulo criado, sempre vai voltar para o Background no fim do script. Veja algumas imagens do processo:

Poligono preenchido

Poligonos sobrancelha

Olho poligonal

Poligonos lateral rosto

Boca poligonos

Meio rosto poligonal

Ao todo vai aí mais de uma hora tranquilamente. No meu arquivo, foram mais de 500 triângulos para cobrir metade do rosto! Claro que não vou desenhar tudo pra fazer o outro lado, é só agrupar todos os polígonos (ative todas as camadas e use o atalho Ctrl + G), duplicar o grupo (Ctrl + J), aplicar um Virar Horizontalmente (Editar > Transformação > Virar Horizontalmente) e posicionar para formar o rosto todo.

Rosto poligonal duplicado

É possível que mesmo usando a grade, fiquem pequenos espaços entre um triângulo e outro, bem finos. Pra que não fiquem visíveis, você pode duplicar a metade do rosto que serviu de base e posicioná-la também abaixo da cópia, espelhado.

Acabamento

Converta a camada Background numa camada comum (dois cliques sobre ela e confirme a alteração, ela será chamada Layer 0 automaticamente). Crie uma camada abaixo de todas e preencha-a com um degradê Linear, da cor #d7d6db para a cor #f1f1f3 (a mais clara na parte de baixo).

Crie um novo documento do Photoshop e nele desenhe um triângulo com a ferramenta Polígono, com uns 500 x 500 pixels. Siga ao menu Editar > Definir pincel e nomeie seu pincel como “Triângulo”.

Forma do pincel
Crie a forma com a Ferramenta Polígono ajustada para 3 lados, opção Estrela desativada. Com ela crie seu pincel.

Feche o documento e de volta ao que estava editando antes, selecione a ferramenta Pincel, com o novo pincel que acabou de criar. Pegando amostras de cor da pele, pinte algumas formas, como se estivessem voando para formar o rosto, numa camada separada.

As dinâmicas usadas no pincel (F5 para ver o painel)são Tremulação de Tamanho e Dispersão:

Dinamicas do pincel Crie uma máscara de camada sobre a modelo (Layer 0, clique no botão Criar máscara de camada no rodapé da janela de camadas). Pinte na camada com preto para apagar — ou melhor, mascarar — toda a parte superior da cabeça.

Com o pincel de triângulo, apague também as partes do corpo que tocam as bordas do papel. Com um pincel redondo mais macio e sem as dinâmicas, é recomendável também apagar a maioria do fundo claro da modelo, já que nosso fundo com degradê vai prevalecer.

Deve ficar como visto abaixo:

Pincelada triangular
Pinte alguns triangulos “voando” em outra camada. Varie na cor, e o tamanho vai depender de seus ajustes nas Dinâmicas do Pincel.
Corpo pronto
Esses são formados pelo mascaramento da modelo, veja sobre a “Layer 0”.

Se quiser fazer mais detalhes, aproveite agora para mover polígonos e dar um efeito ainda mais “desmontado” ao rosto.

Aplique efeitos de processamento e ajustes (Curvas, ajustes de cor, etc) que achar melhor. No meu, fiz o seguinte:

– acima de todas, duas camadas de ajuste, sendo uma de curvas para escurecer ligeiramente as sombras e clarear as luzes, dando mais destaque aos olhos, e uma de Saturação e Matiz, dando mais saturação ao canal principal e removendo ligeiramente do Magenta, para não ficar a boca muito saturada.

– sobre a camada dos triângulos, um filtro de Desfoque do tipo Tilt-Shift, deixando aqueles triângulos mais distantes (no alto da cabeça) levemente desfocados.

– os triângulos grandes em primeiro plano foram desfocados com Desfoque Gaussiano numa camada separada.

– a cor verde nos olhos foi adicionada diretamente aos triângulos que o formam.

– abaixo de todas exceto a camada cinza de fundo, adicione uma textura tipo wireframe ao seu gosto. Usei uma do “Wireframe Pack“, da Mediamilitia, com a opacidade reduzida para 30%.

Resultado mais uma vez:

rosto poligonal no photoshop final

O arquivo gerado durante o tutorial está disponível em tamanho reduzido (9 Mb, 500 x 750 pixels) para estudo aos leitores que contribuírem com R$1,00 ao site. Note que o arquivo não deve ser reutilizado com nenhuma outra finalidade.

R$1.00 – Download

É isso, compartilhem seus resultados!

Fundador do Tutoriart em 2010, é ex-instrutor de Photoshop, design web e gráfico. Em quase uma década de redação online, tem cerca de 1500 artigos publicados. Gerencia também o Memória BIT.

Pin