O que é e como fazer cinemagraph no Photoshop

16
7169

ATUALIZAÇÃO: se não conseguir abrir o vídeo pelo método mostrado no artigo (muitos não estão conseguindo por questões de hardware ou versões do software), confira a atualização no final.

Em 2009, o artista gráfico Kevin Burg começou a fazer experiências com uso de imagens no formato GIF. Na cobertura da NYFS (Semana de Moda de Nova Iorque), junto com a fotógrafa Jamie Beck, nasceria o que batizaram de cinemagraph: utilizando técnicas da fotografia tradicional, mesclaram o uso de quadros de animação para criar a ilusão de movimento em partes isoladas da imagem.

Como descreveu a top model Coco Rocha: "é mais que fotografia, e menos que vídeo".

O resultado, compartilhado em redes sociais como Twitter e Tumblr, rapidamente ganhou proporções virais, e tanto o termo quanto a técnica difundiram-se pelo mundo. Criar uma cinemagraph não é tão difícil: uma câmera de qualidade com tripé, Photoshop, um pouco de paciência e criatividade.

Vamos aprender a técnica básica para criar cinemagraph usando só o Photoshop. Para começar, você vai precisar de um vídeo, no qual será isolado um elemento (ou mais de um, se você quiser) que terá o movimento, enquanto o resto permanecerá estático.

Veja alguns exemplos de cinemagraph para entender melhor:

Ermilio - Zebra Cinemagraph
louboutin-medallion cinemagraph
Coco Eyes Mirror Cinemagraph
Coco desk cinemagraph

Para esse tutorial, você pode baixar e usar esse vídeo. A qualidade não é das maiores, mas em compensação pode ser baixado rapidamente e serve aos nossos propósitos. Se preferir, grave você mesmo um vídeo, onde algum elemento em movimento possa ser isolado depois.

Segundo a página da Adobe, os formatos de vídeo suportados pelo Photoshop CS5 são MPEG-1 (.mpg ou .mpeg), MPEG-4 (.mp4 ou .m4v), MOV e AVI, com  suporte para MPEG-2 se o computador tiver instalado um decodificador. O vídeo do nosso exemplo está no formato AVI.

Nota 1: funções de edição de vídeo no Photoshop são para a versão Extended.

Abra o vídeo no Photoshop (use o comando Abrir, ou arraste a miniatura do arquivo para cima da janela do Photoshop).

Nota: não use o comando Import > Video Frames to Layers do programa, pois ele vai criar uma camada para cada quadro do vídeo, o que não precisamos nesse caso. A função Importar > Quadros de Vídeo para Camadas pode ser usada como método alternativo, se não conseguir abrir o vídeo pelo comando Abrir. Veremos mais adiante.

Arquivo de vídeo aberto no Photoshop

Se a janela Animação não estiver aberta, abra-a no menu Janela > Animação. A janela é a que fica na parte inferior da tela. Como você vê acima, seu vídeo estará lá, com uma linha do tempo (Timeline) e alguns botões de controle logo abaixo.

Timeline do Photoshop

A seta amarela indica o tempo do vídeo. As setas vermelhas mostram os pontos de início e fim de atividade do vídeo, e o botão circulado em vermelho é o play (para rodar o vídeo).

Deveremos eliminar da animação as partes do vídeo que ocasionalmente não tenham movimento ou não interesse ao nosso produto final. Se você clicar e arrastar a linha do tempo, ou apertar o botão de play, vai notar que o vídeo só começa a ter movimento a partir de 0:00:01:09 (um quase imperceptível movimento nas folhas do bonsai). Mais à frente, o movimento das folhas termina totalmente em aproximadamente 0:00:10:05. Então é esse intervalo que vamos usar, ou seja, nosso GIF mostrará o movimento das folhas que está entre 0:00:01:09 e 0:00:15:05.

Para isolar esse tempo, clique a arraste os pontos de início e fim (indicados pelas flechas vermelhas na imagem anterior), posicionando-os nos tempos indicados. Use o indicador de tempo para saber onde posicioná-los.

Clique no play e note que agora o vídeo só corre no período que você delimitou.

Pontos de início e fim do vídeo já reposicionados

Se salvasse o vídeo como GIF animado agora, não seria um cinemagraph, já que, apesar do plano de fundo parado, isto já era natural do vídeo. Então vamos trabalhar um pouco a imagem, isolando as pequenas plantas que estão abaixo e atrás do bonsai, e que também se movem com o vento.

Elas vão ficar estáticas no nosso cinemagraph terminado (indicadas pelas setas vermelhas na imagem a seguir). Todo o resto móvel vai continuar móvel.

As folhas menores ao redor do bonsai serão estáticas

Para isso, duplique a camada única, clique com o botão direito sobre a cópia e selecione Rasterizar Camada.

Rasterize a camada duplicada. Ela vai esconder o movimento de parte do vídeo

A camada de vídeo duplicada se transformará em imagem estática. Se quiser conferir, aperte play — você não verá o desenvolver do vídeo, pois apesar dele estar correndo, estará escondido atrás da imagem.

Na camada de cópia rasterizada, crie uma Máscara de Camada, clicando no botão no rodapé da janela de Camadas. Será criada uma máscara sobre a camada.

Clique para adicionar uma máscara à camada

Sobre a máscara, você vai pintar de preto onde quer revelar partes em movimento no GIF. Para saber onde pintar, pressionar Q (modo Máscara Rápida), então pinte com a Ferramenta Pincel (atalho: B).

A parte em vermelho na Quick Mask deverá ser branca, portanto, opaca, escondendo o vídeo nesta parte da imagem
Pinte de preto a parte que será visível no vídeo

Pressione play e veja que as partes que ficaram pretas na máscara são visíveis. Se alguma parte com movimento indesejado ainda aparece, volte à máscara e pinte sobre aquele ponto com tinta branca (branco será a aparte escondida).

Siga ao menu Arquivo > Salvar para Web e Dispositivos. Para evitar que sua imagem fique muito granulada e artificial, ajuste as configurações de saída, eliminando o Dither e aumentando o número de cores para 256 (provavelmente estará em 128 ou menos).

Note que quanto maior seu vídeo e mais quadros e cores, maior será o tamanho do arquivo final; evite animações muito longas. Além disso, imagem com muitos degradês, cores e variações de luz também podem gerar arquivos bem grandes — imagens com grandes áreas de cor sólida resultam em arquivos menores. Imagem com poucas cores, ou com efeitos tipo color splash (ou cut out, como é conhecido na fotografia), funcionam bem por ter uma paleta de cores mais reduzida.

Não esqueça de colocar Sempre em Opções de Loop, garantindo que a animação ocorra em sequência e não apenas uma vez.

Ative o looping Forever para que a animação se repita indefinidamente

Quando terminar, clique em Salvar. Teste-a, abrindo no seu navegador.

Ficou assim:

Cinemagraph bonsai terminado

Viu como as folhas inferiores não se movem, mas a "copa" do bonsai sim? Foi um exemplo banal, mas com a técnica exatamente como deve ser. Em certos vídeos, pode ocorrer dificuldade em unir o fim e o início da animação, para dar a impressão de movimento contínuo. Isso requer outras técnicas, como a duplicação e reversão dos quadros da animação.

 

ATUALIZAÇÃO: muita gente não conseguiu abrir o vídeo como mostrado no artigo, alguns por questões de hardware, outros por software. No Photoshop CS6, por exemplo, você também pode criar cinemagraph importando o vídeo em camadas, e depois exportando o produto final. Vejamos:

No Photoshop, siga ao menu Arquivo > Importar > Quadros de vídeo para camadas.

Importando quadros de vídeo para camadas no Photoshop

Se quiser pegar apenas um trecho do vídeo, selecione-o na janela seguinte marcando a caixa correspondente e arrastando a barra para destacar a parte desejada. Se quiser o vídeo todo, deixe as opções como estão.

Nota: se usar vídeos muito grandes, você terá sérios problemas com o tempo de conversão em camadas e depois na exportação. Prefira vídeos curtos.

Janela de importar vídeo para camadas

Deixe o Photoshop trabalhar. Ao concluir, se a janela Animação não estiver visível, abra-a no menu Janela > Animação. Veja que cada quadro do vídeo foi transformado numa camada, e elas já foram adicionadas aos quadros de animação.

Quadros do vídeo na janela de animação e em camadas

Na janela de camadas, clique na primeira (a que tem o número mais alto) e duplique-a (Ctrl + J). Como antes, insira uma máscara de camada, no botão que fica no rodapé da janela.

Botão de máscara de camada

Ative a Máscara Rápida pressionando a tecla Q, então com um pincel e tinta preta pinte sobre toda a região das folhas do bonsai. É similar ao processo anterior.

Pinte sobre a área a ser escondida no modo quick mask

Pressione de novo Q para soltar a máscara rápida e ficar com a seleção fora da árvore. Preencha aquela seleção de preto sobre a máscara da camada (a miniatura branca na janela de camadas, ligada à camada que foi duplicada).

Máscara da camada com preenchimento preto na área que será visível

A animação não é visível na parte preenchida, como você pode conferir clicando no botão play da janela de animação. Agora é só usar o velho comando "Salvar para a Web" (atalho Ctrl + Alt + Shift + S, ou menu Arquivo > Salvar para a Web" (no formato gif). Veja o resultado seguindo esse método (aqui inverti e apenas as folhas inferiores se movem):

Cinemagraph modelo 2 finalizado

Veja mais exemplos de Cinemagraph nesses sites:

- Publicidade -

Receba atualizações do Tutoriart

É grátis, e você pode escolher entre receber só sugestões sobre arte, design gráfico, Photoshop, etc, ou só sobre WordPress, blogging, design web, snippets, etc. Ou tudo, se preferir!

Quero assinar...
Ao assinar, você concorda com os Termos de Privacidade.

16 COMENTÁRIOS

    • Mal, Aline... pode ser alguma configuração do seu computador. Muito difícil eu palpitar sem saber mais detalhes. Mas eu garanto a todos que funciona - o tutorial foi produzido seguindo exatamente os passos mostrados.
      Confira se o Quick Time é acima do 7.1, se seu Photoshop é o Extended.

  1. baixei o adobe photoshop c5.1 extended, e nao estou conseguindo abrir um video em formato .AVI
    qual o formato para poder ser aberto pelo photoshop?

  2. ''Não foi possível completar o seu pedido porque este não é o tipo de documento correto''. Uso o ps cs4 e tenho o quicktime instalado, o 7.1

  3. entao deve ser o lance do quick time
    vo fazer o download porq nao tenho aqui na maquina
    valew qualquer duvida retorno

  4. muito bom a arte
    tentei fazer aqui mas nao consigo mais abrir videos no meu photoshop
    uso o cs 5 porem queria saber se deve ser drive ou algum plugin de instalaçao q necessito.
    valew abraço c puder me ajudar me add no msn

    • Douglas, depende de qual erro está aparecendo ao tentar abrir o vídeo. Sei que é obrigatório ter o Quick Time acima de 7.1 instalado para algumas funções de vídeo no Photoshop. Se não tiver, baixe e instale, pode ser que resolva, senão poste aí o erro que está acontecendo, ok?

    • REF.: (douglas - 27 out 2011 às 07:40:03

      muito bom a arte
      tentei fazer aqui mas nao consigo mais abrir videos no meu photoshop
      uso o cs 5 porem queria saber se deve ser drive ou algum plugin de instalaçao q necessito.
      valew abraço c puder me ajudar me add no msn)

      **** Douglas... Uma dica:
      Você pode abrir vídeos no photoshop SIM!
      Utilize o Photoshop 6 (aquele que é dividido com o Ready Image).
      QUALQUER "gif", imagem de movimento, pode ser aberto em PARTES, QUADRO A QUADRO no Ready Image.

      Os Photoshop "pseudo modernos" impedem que seja aberto quaisquer imagens com movimento e, com esse programa antigo é uma "mão na roda".

      Tenha essa autonomia de recriar, acrescentar, mudar a velocidade, alterar o tamanho do gif, e muito mais!

      Compartilhar é isso!
      Tudo de Bom e Bem para você!
      Espalhe essa dica!

      • Pessoal, notem que o quanto atual é o Photoshop, na prática, não deve importar, com um detalhe: Photoshop CS5 Extended tem as funções de edição de vídeo, enquanto a versão Standard permite apenas criar animações quadro a quadro. Já fiz uma atualização no artigo para lembrar deste detalhe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui