Agregadores de Conteúdo: Menos Vantagens do Que Você Pensa

5
1065

Os agregadores de links (ou agregadores de conteúdo) são sites cuja função é a de receber, organizar e divulgar links. Basta ao blogueiro ou webmaster fazer um cadastro, e após aprovação começar a enviar links de seus posts para avaliação. Se o artigo for considerado interessante e dentro das regras do agregador, ele será exibido no site por um tempo determinado.

Como esses agregadores costumam receber muitos visitantes em busca de leituras interessantes (sem um tema específico), um link atraente divulgado pode receber muito cliques, passando a ter um lugar de destaque na página. Nesse caso, o blog de quem divulga pode receber um fluxo enorme de visitantes em pouco tempo, e por muito tempo isso foi considerado como grande vantagem.

Mas será mesmo tão vantajoso ter milhares de visitantes passando pela sua página?

"E por que receber centenas e até milhares de visitantes rapidamente não seria vantagem?" Porque além da quantidade, é preciso atentar para a qualidade, que neste caso, está relacionada ao potencial desses visitantes em realmente absorver seu conteúdo e interagir com seu blog, seja através de um clique para ler mais páginas, da divulgação em redes sociais ou assinando seu feed.

Agregador = Taxa de Rejeição

É sabido que grande parte dos usuários da internet procuram diversão e entretenimento ao visitar agregadores. Estão (como diz o nome de um dos maiores sites do gênero) num momento ocioso, passando o tempo. Isso leva à fácil conclusão de que a chance de ficarem muito tempo em certos tipos de blog é pequena, especialmente se ele for relacionado à trabalho, dinheiro ou educacional - em suma, assuntos "sérios" em geral.

Nesse caso, usar agregadores vai lhe trazer resultados ruins; primeiro, porque a chance de que o público do agregador se interesse pelo seu link é pequena, e segundo porque muitos dos que seguirem seu link verão tudo superficialmente e cairão fora - às vezes sem ler mais que um parágrafo. Isso aumentará a taxa de rejeição do seu blog - exatamente o oposto do que queremos.

Alguns recorrem a "táticas infalíveis" para conseguir mais cliques e assim posicionar melhor seu link no agregador, como usar fotos de mulheres em poses provocantes para chamar atenção (às vezes sem ter muita relação com o link) - isso nos agregadores que deixam a prática passar (a maior parte pune os "espertinhos").

Só que isso piora ainda mais a situação, pois quando o leitor clicar todo empolgadinho no seu link e ver que seu conteúdo não tem nada a ver com a miniatura, vai sair ainda mais depressa da página, piorando suas estatísticas, quando não deixando comentários mal-educados.

Quer Usar? Problema Seu! (Literalmente)

"MAS meu blog é sobre piada / mulheres / games / novela etc". Nesse caso talvez o agregador dê o resultado próximo do que você espera - e não espere muito mais do que leitores paraquedistas. Mesmo blogueiros dessas áreas mais "ociosas" costumam reclamar do pouco tempo de permanência dos leitores.

No fim das contas, eles nunca terão a fidelidade de quem chegou pela ferramenta de pesquisa; a diferença é clara: leitor que veio pela pesquisa = realmente procurando algo, interessado, enquanto leitor de agregador = paraquedista, caiu ali porque por acaso viu o link. Claro que há formas de tentar fidelizar esse público aleatório, mas sem dúvida é muito mais difícil. Fica por sua conta decidir o que é melhor para seu blog, mas eu recomendo que você priorize sempre a otimização em busca de melhores resultados nas pesquisas.

Lembre que a taxa de rejeição é uma forma de constatar o quanto suas páginas são interessantes. Não há um indício muito claro que a taxa seja usada de alguma forma para posicionar seu blog nas pesquisas. A questão não é essa, e sim saber se ter visitantes que passam poucos segundos no seu blog porque gostaram de uma imagem e saem sem ver nada direito é válido para os dois.

- Publicidade -

Receba atualizações do Tutoriart

É grátis, e você pode escolher entre receber só sugestões sobre arte, design gráfico, Photoshop, etc, ou só sobre WordPress, blogging, design web, snippets, etc. Ou tudo, se preferir!

Quero assinar...
Ao assinar, você concorda com os Termos de Privacidade.

5 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom o seu post.
    Sou um blogueiro que posto conteúdo voltado ao estudo da área de informática, ou seja, um conteúdo sério e já me perguntei diversas vezes se valeria a pena ter esses acessos de apenas um segundo de duração.

    Muito bom o seu conteúdo. Vou rever a estratégia e mudar a abordagem para ter acessos reais ao meu blog.

    Obrigado!

  2. Muito bom post. Acredito que se você fizer um SEO de qualidade, o seu blog, pode sim, ter bastante visitas de qualidade, mas também acredito que para um blog com pouco tempo no mercado, o agregador seja uma coisa boa. Pelo simples fato, de você estar divulgando (de graça) o seu blog e já deixando o seu público alvo ciente que tem um blog novo no mercado, além de ter boas chances de aumentar o seu pagerank no Google e o seus fãs no Facebook. Mas de qualquer forma, o que você falou, é a mas pura verdade.

    • Obrigado! Pode ser, Yuri, que como "divulgação da marca" seja interessante - eu mesmo usei alguns quando comecei. Só não vejo agregador como solução por muito tempo, a não ser talvez para conteúdos populares como humor, sexo e passatempos - até porque não sei exatamente como é o comportamento dos usuários desses segmentos. Pra metablogs e técnicos, tenho certeza que é ruim.

      • Concordo com você em tudo. De inicio, agregador é uma boa, mas com o tempo, você vai vendo que nem é tão bom assim. Uma coisa que acontece e é super normal nesse meio de blogueiro é, você pensar que vai colocar um blog no ar hoje e amanhã ele já está bombando na net. Muitos desanimam e nem continuam o trabalho que vem sendo feito. Blog, SEO, Redes Sociais, é um trabalho que demora um tempo para dar certo. Parabéns pelo post. Gostei muito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui